5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasFri, 12 Jan 2024 12:52:10 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.2.35abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/cultura-empreendedora/em-defesa-do-parcelado-sem-juros/Fri, 12 Jan 2024 12:47:11 +0000https://www.jystxc.com/?p=19674Temos assistido nas últimas semanas a um debate que pode ser desastroso para a economia e exige nosso firme posicionamento. Há uma campanha em andamento que tem como objetivo atacar uma conquista histórica dos brasileiros: o parcelado sem juros. Todos conhecem bem essa modalidade. Ela acontece quando o consumidor compra um bem ou contrata um serviço e tem a possibilidade de parcelar o valor no cartão de crédito, sem pagar juros.

Muita gente só consegue realizar sonhos graças a esse mecanismo. O parcelado sem juros é bom para quem compra e bom para quem vende. Ajuda a girar a economia e, comisso, contribui para a criação de empregos. Para se ter uma ideia, o parcelamento sem juros movimenta R$ 1 trilhão, correspondente a 10% do PIB do país, além disso, nove em cada dez varejistas no Brasil adotam o parcelamento sem juros no cartão para efetivar ao menos parte de suas vendas, de acordo com pesquisa da CNC.

O Sebrae vem monitorando a discussão de limitar o número das par celas sem juros e a ameaça de extinguir essa possibilidade ao consumidor. O nosso posicionamento é que nada justifica a extinção dessa modalidade, pois a proposta não encontra amparo técnico.

Os pequenos negócios respondem por 94% dos CNPJs em atividade no país. De cada dez empregos gerados, sete são do segmento. Em 2023, o país contabilizou1, 6 milhão de novos empregos. Desse universo, os pequenos negócios contribuíram com o saldo de 1, 1 milhão de carteiras assinadas, o que representa 71% do total. Para todo esse pessoal que está na batalha para fazer nossa economia voltar a crescer, o parcelado sem juros é uma ferramenta fundamental. É uma questão de cidadania.

O parcelamento com taxação é inimaginável frente às naturais dificuldades econômicas enfrentadas pelo setor na voracidade própria do mercado. Os pequenos precisam ser protegidos para continuar tracionando a economia brasileira.

Sabe-se que os empreendedores possuem dificuldades reais para obter crédito nos bancos. E o cartão de crédito, em especial, na modalidade com parcelamento sem juros, vem sendo uma das principais opções.

À frente do Sebrae, porta-voz do empreendedorismo no Brasil, sinto-me na obrigação de assumir a defesa do parcelado sem juros. Estamos ao lado do presidente Lula e de Geraldo Alckmin na guerra contra os juros altos e pelo constante crescimento da economia, que vive um excelente momento, com inflação controlada, PIB de 3% e queda significativa na taxa de desemprego, para 7, 7%, o nível mais baixo desde 2013. Além do superávit na balança comercial de US$ 2,2 bilhões na primeira semana de janeiro de 2024.

Defendemos um ambiente de negócios moderno, competitivo e simplificado, para que as micro e pequenas tenham condições de trabalhar e alcançar a prosperidade. Não aceitaremos ataques ao parcelado sem juros. Essa é uma ferramenta importante para todos aqueles que acordam cedo e trabalham duro. O parcelado sem juros é uma conquista e deve ser mantido.

O parcelamento com taxação é inimaginável frente às naturais dificuldades econômicas enfrentadas pelo setor na voracidade própria do mercado. Os pequenos precisam ser protegidos para continuar tracionando a economia brasileira

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/cultura-empreendedora/despertando-o-poder-do-black-money-uma-campanha-do-sebrae-pela-inclusao-igualdade-e-prosperidade/Mon, 08 Jan 2024 17:27:31 +0000https://www.jystxc.com/?p=19592O Brasil tem a maior população negra fora da África e a segunda em todo o planeta, perdendo apenas para a Nigéria. Segundo dados do IBGE, 56% dos brasileiros se autodeclaram negros ou pardos – são aproximadamente 114 milhões de pessoas, movimentando  cerca de R$ 1,7 trilhão na economia. É o chamado afroconsumo, que tem recebido cada vez mais atenção das grandes marcas.

Apesar desses números expressivos, as diversas estatísticas demográficas mostram que negros e negras ainda enfrentam uma situação de profunda desigualdade. Eles concentram as maiores taxas de desempregados (67% das pessoas sem emprego no país são pretas ou pardas), têm índices de escolaridade mais baixos e ainda recebem as menores remunerações.

Para mudar essa realidade, o movimento negro vem desenvolvendo no Brasil, já há algumas décadas, o conceito do Black Money, a partir da experiência surgida nos Estados Unidos no início do século XX. A ideia é fortalecer e acelerar um movimento para que cada vez mais dinheiro e produtos circulem nas mãos de pessoas pretas, criando uma ampla cadeia produtiva onde negros e negras sejam donos de suas próprias empresas e estejam cada vez mais integrados à economia.

Nesse contexto, o Sebrae lançou a campanha “O Negócio tá Preto”, em que pretendemos destacar a importância do Black Money e do afroempreendedorismo como plataformas de emancipação e transformação social. Valorizar esse movimento significa apoiar comunidades historicamente marginalizadas e contribuir diretamente para a redução da pobreza no Brasil.

As pessoas negras que empreendem atuam em diversos setores da economia, mas têm presença especialmente marcante nas áreas de moda, beleza, gastronomia e economia criativa. Essa diversificação reflete não apenas a capacidade empreendedora, mas também a criatividade e inovação trazidas por esses empresários. Ao fortalecer esses setores, geramos milhões de novos empregos, mas também incentivamos a expressão cultural e a valorização da identidade e da ancestralidade negra.

A ampliação do poder econômico nas mãos de empreendedores negros não é apenas uma questão de justiça social, mas também uma estratégia eficaz para acelerar a redução das desigualdades. Ao facilitar o acesso da população negra aos bens de consumo, contribuímos para a criação de uma sociedade mais equitativa. Além disso, ao apoiar a abertura de novas empresas e a geração de empregos, especialmente em favelas e comunidades periféricas, promovemos a inclusão econômica e estimulamos o desenvolvimento local.

Apoiando o Black Money, estamos, na prática, combatendo o racismo estrutural que permeia nossa sociedade. Esse é um ato concreto de resistência e transformação, pois desafia as barreiras históricas que limitaram o acesso e o progresso da população negra. Ao investir em empreendimentos liderados por pessoas pretas, estamos construindo um futuro mais justo e igualitário.

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/economia-e-politica/campanha-publicitaria-do-sebrae-defende-pequenos-negocios-e-manutencao-do-parcelamento-sem-juros-no-cartao/Tue, 12 Dec 2023 14:05:49 +0000https://www.jystxc.com/?p=19113O Sebrae lançou nesta semana uma campanha em defesa da manutenção do modelo de parcelamento das compras no cartão de crédito. O assunto vem sendo objeto de discussões por parte da direção do Banco Central, que cogitou a possibilidade de limitar essa forma de pagamento.

Para o Sebrae, o parcelamento sem juros no cartão é um instrumento indispensável para a economia do país. Somente em 2022, esse modelo movimentou mais de R$ 1 trilhão, o equivalente a 10% do Produto Interno Bruto (PIB). O parcelamento sem juros no cartão permite que os consumidores adquiram um produto ou serviço em condições que se encaixam em seu orçamento e, para o empreendedor, funciona como uma linha de crédito para capital de giro mais barata.

Segundo o presidente da instituição, Décio Lima, o acesso a crédito no Brasil ainda é um grande entrave que impede o desenvolvimento econômico e social de forma mais vigorosa e sustentável, tanto para as empresas quanto para as famílias. “Precisamos dar garantia para que as micro e pequenas empresas tenham longevidade e segurança. O parcelamento com taxação é inimaginável frente às naturais dificuldades econômicas enfrentadas pelo setor na voracidade própria do mercado. Os pequenos precisam ser protegidos para continuar tracionando a economia brasileira”, argumenta Lima.

É preciso corrigir o problema dos juros, mas, ao mesmo tempo, não criar outros.
Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

A campanha publicitária do Sebrae lembra que somente quem está atrás do balcão de uma pequena empresa sabe que é dividindo no cartão que muitos brasileiros conseguem pagar produtos e contratar serviços. Acabar com o parcelamento sem juros vai gerar um impacto direto sobre os pequenos negócios, defende o Sebrae.

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/cultura-empreendedora/campanhas-do-sebrae-conquistam-premio-internacional-de-publicidade/Mon, 11 Dec 2023 13:27:38 +0000https://www.jystxc.com/?p=19086O Sebrae, que já é a sexta marca mais forte no país, continua investindo a sua credibilidade para impulsionar a valorização das micro e pequenas empresas brasileiras. Duas campanhas criadas recentemente e voltadas ao fortalecimento do empreendedorismo ganharam agora destaque internacional. As ações “O Negócio Tá Preto” e “Ser Positivo Transforma”, realizadas pela equipe de redes sociais do Sebrae com a agência Moringa, destacaram-se em duas categorias do Prêmio Lusófonos de Criatividade.

A campanha “O Negócio Tá Preto”, que tem como objetivo a valorização do empreendedorismo negro, conquistou a prata na categoria responsabilidade social nas redes sociais. Já a ação Ser Positivo Transforma ficou com o bronze entre as campanhas de redes sociais. Os vencedores foram anunciados nesta semana, em Portugal.

A competição internacional celebra a criatividade e a excelência em publicidade, comunicação e marketing nos países de língua portuguesa. Veiculada em agosto em todas as redes sociais do Sebrae, a campanha “Ser Positivo Transforma” provocou uma grande onda de positividade digital, mostrando a importância dos retornos positivos para as marcas. O objetivo foi demonstrar como os engajamentos positivos, elogios e comentários podem traduzir-se em vendas reais para os pequenos negócios. Para fortalecer o movimento, a campanha contou com a participação de influenciadores que têm foco em ajudar os pequenos empreendedores.

A iniciativa ainda teve o depoimento de consultores e clientes do Sebrae apresentando diversos benefícios do ambiente digital positivo como a atração de novos clientes, construção de confiança, aumento de engajamento, melhor classificação nos resultados de pesquisa, impulso nas vendas, entre outros.

Força Preta

Já a ação “Negócio Tá Preto”, em setembro deste ano, abraçou a força do afroempreendedorismo para atacar de frente o conceito racista por trás da expressão “a coisa tá preta” e incentivar o empreendedorismo negro. A iniciativa foi criada apenas por colaboradores negros da agência. Influenciadores como Nina Silva, Jacira Doce, Hisan Silva e Maurício Bahia, também participaram. As peças traziam histórias reais de empresários, conversas sobre afroempreendedorismo, além de conteúdos de apoio. O movimento culminou com vídeo manifesto, no Dia da Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro, que agora é reconhecido como feriado nacional.

De acordo com a analista de comunicação do Sebrae, Larissa Meira, as campanhas mostram o papel fundamental da entidade em levantar temas atuais e conscientizar os donos de pequenos negócios.

Assim como todas as estratégias de redes, as ações foram pensadas para incentivar o desenvolvimento dos pequenos negócios e atrair novos públicos para conhecerem os conteúdos do Sebrae. Mas ficamos especialmente orgulhosos de ver a onda de positividade e aceitação pela população negra, que tanto necessita de políticas de apoio e inclusão.
Larissa Meira, analista de comunicação do Sebrae.

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/economia-e-politica/sebrae-endossa-campanha-a-favor-do-parcelamento-sem-juros/Tue, 21 Nov 2023 16:12:41 +0000https://www.jystxc.com/?p=18562O Sebrae é uma das 11 entidades que integram a campanha “Parcelo Sim!”, em defesa do Parcelamento Sem Juros (PSJ). O objetivo da ação é preservar uma conquista histórica dos consumidores, somando o maior número possível de assinaturas contra a medida que está em análise pelos bancos. O movimento pretende sensibilizar os Poderes Executivo e Legislativo para evitar que a medida siga em discussão – ela afetaria diretamente os pequenos negócios do país: cerca de 90% dos varejistas no Brasil adotam o parcelamento no cartão para efetivar ao menos parte de suas vendas.

Para participar do abaixo-assinado, acesse:https://www.jystxc.com/

“O parcelado sem juros é bom para quem compra e é bom para quem vende. A maioria dos empreendedores usa essa modalidade para ganhar fôlego no capital de giro. Ao consumir, boa parte dos brasileiros utiliza esta ferramenta de crédito insubstituível por ser a única sem juros no país”, defende o presidente do Sebrae, Décio Lima.

Vamos mobilizar a população para participar do abaixo-assinado em defesa desse direito. Ninguém pode mexer no parcelado.

Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

Cliqueaqui e assista a um vídeo do presidente Décio Lima. 

O cartão de crédito também é usado por 39% dos donos de pequenos negócios como modalidade de financiamento. O índice contrasta com a proporção de empresários que buscam empréstimos em bancos privados (7%) ou públicos (4%). Os dados são da pesquisa “Financiamento dos Pequenos Negócios no Brasil”, realizada pelo Sebrae. As informações sinalizam a dificuldade de acesso a crédito junto ao sistema financeiro.

Outros dados

  • O parcelamento sem juros movimenta R$ 1 trilhão, correspondendo a 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.
  • De acordo com pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC), essa modalidade de pagamento é adotada por 90% dos varejistas;
  • O Instituto Locomotiva revelou que quase 115 milhões de brasileiros (78%) só conseguiram conquistar seus sonhos até hoje porque puderam comprar nessa modalidade.
  • A pesquisa mostra que 42% das pessoas reduziriam seus gastos pela metade sem o PSJ.
  • Segundo o Datafolha, 75% da população fez uso do crédito parcelado sem juros em 2022.

A campanha está presente no site parcelosim.com.br e nas redes sociais Facebook, Instagram, YouTube e TikTok (@parcelo_sim).

Integram o movimento “Parcelo Sim!”:

  • Associação Brasileira dos Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (ABAD)
  • Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL)
  • Associação Brasileira dos Lojistas Satélites de Shoppings (ABLOS)
  • Associação Brasileira de Academias (ACAD)
  • Associação de Lojistas do Brás (Alobras)
  • Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL)
  • Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São
  • Paulo (Fecomercio-SP)
  • Parcele na Hora
  • Proteste
  • Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae)
  • União dos Lojistas da Rua 25 de Março e Adjacências (UNIVINCO)

Saiba mais

Em 3 de outubro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou o Projeto de Lei que regulamentou o Desenrola Brasil, programa que prevê a renegociação de dívidas e visa a criar uma solução para baixar os juros do cartão de crédito, o chamado rotativo. Para isso, o Congresso estipulou um prazo de 90 dias para que bancos elaborassem uma autorregulamentação para isso. Após o prazo, caso não haja uma proposta viável, a dívida no cartão não pode ser maior que 100% do bem. Para baixar os juros do rotativo, os bancos defendem que o PSJ seja limitado ou até extinto.

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/cultura-empreendedora/compre-do-pequeno-campanha-divulga-empreendedores-de-todo-o-pais-no-canal-do-sebrae-no-youtube/Tue, 03 Oct 2023 20:42:58 +0000https://www.jystxc.com/?p=17353Até o próximo dia 8 de outubro, o Sebrae realiza a Campanha Compre do Pequeno. Neste ano, a iniciativa vai dar mais visibilidade aos donos de pequenos negócios, que poderão aparecer no canal do Sebrae no Youtube para mais de 700 mil seguidores.

Para participar, é necessário mandar um vídeo curto, com até 60 segundos, para o Whatsapp de número 61 99649 7252, conforme as orientações do regulamento. O prazo para envio termina nesta quinta-feira (5).

Ao todo, a equipe do Sebrae selecionará até 84 gravações. Os vídeos escolhidos serão postados até o dia 8 de outubro. Confira os que já foram divulgados no “Shorts” da plataforma.

A analista de Comunicação do Sebrae Nacional Raquel Bufon destaca que as gravações com melhor qualidade de áudio e imagem têm mais chance de divulgação. “A gravação deve ser feita na vertical, em local bem iluminado e longe de barulho. Seja criativo na hora de apresentar o seu produto e serviço e não esqueça de falar seu nome e cidade”, recomenda.

O conteúdo do vídeo, as informações, os dados e as características do produto são de responsabilidade do participante, sendo que o Sebrae não se responsabiliza pela qualidade, legalidade e autenticidade do que for publicado.

Prefira os pequenos negócios

A Campanha Compre do Pequeno estimula os brasileiros a adquirirem produtos e serviços de microempresas (ME), empresas de pequeno porte (EPP) e microempreendedores individuais (MEI), que representam 99% de todos os empreendimentos do país.

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/cultura-empreendedora/compre-do-pequeno-sebrae-vai-disponibilizar-canal-do-youtube-para-empreendedores-de-todo-o-pais/Mon, 25 Sep 2023 14:18:51 +0000https://www.jystxc.com/?p=17001A Campanha Compre do Pequeno está de volta!  A iniciativa do Sebrae que estimula o brasileiro a adquirir produtos dos microempreendedores individuais (MEI) e das micro e pequenas empresas (MPE) estará no ar de 2 a 9 de outubro. Para dar maior visibilidade ao setor, o Sebrae vai disponibilizar a sua conta no Youtube, com mais de 700 mil inscritos, para apresentar itens e serviços dos pequenos negócios de todo o país.

O conceito do Sebrae é ser parceiro dos pequenos negócios. Por isso, esta iniciativa é importante para dar visibilidade aos negócios e impactará diretamente nas vendas. Assim, o Sebrae incentiva os brasileiros a comprarem do pequeno não só nesse período, mas no ano todo. Precisamos que essa ação se torne um hábito, que as pessoas deem preferência aos pequenos negócios das suas comunidades na hora de adquirir um produto.
Décio Lima, presidente do Sebrae.

Para participar da ação desenvolvida pelo Sebrae, o dono do pequeno negócio precisa gravar um vídeo de até 60 segundos na posição vertical e mandar para o número 61 99649 7252 (WhatsApp).  É importante também falar o nome e a cidade de onde está falando. O vídeo deve ser enviado no prazo máximo de 1º de outubro – serão selecionadas até 84 gravações pela equipe do Sebrae para aparecer no Shorts do canal do Youtube.

O conteúdo do vídeo, as informações, os dados e as características do produto são uma obrigação do participante, sendo que o Sebrae não se responsabiliza pela qualidade, legalidade e autenticidade do que for publicado.

Confiraaquioregulamento.

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/economia-e-politica/sem-economes-sebrae-lanca-campanha-sobre-impacto-da-reforma-tributaria-na-vida-real/Wed, 20 Sep 2023 18:30:40 +0000https://www.jystxc.com/?p=16847O Sebrae lança hoje (20) uma campanha nacional para explicar a importância da Reforma Tributária e de um sistema tributário mais justo. O texto-base dessa reforma já foi aprovado pela Câmara dos Deputados e, agora, será analisado pelo Senado Federal. Mudanças em tributos impactam a vida de pessoas e empresas. São um tema complexo e sempre sujeito a especulações e campanhas de desinformação. Por isso mesmo, o Sebrae entrou nessa com uma campanha que troca o economês pela vida real, com personagens em salões de beleza, petshops, pastelarias e vendedores ambulantes.

“É natural que em um debate tão relevante para o país envolva os mais variados grupos produtivos e econômicos e todos manifestem suas ideias. O Sebrae quer dialogar com os microempreendedores e as micro e pequenas empresas de forma direta, de que o MEI e o Simples seguem firmes, e a reforma tributária vai trazer um sistema fiscal mais simples e mais justo”, diz Gleber Machado, gerente nacional de Comunicação do Sebrae.

O enxoval de comunicação conta com filmes para TV, anúncios em veículos impressos, spots para rádios e estratégia digital para redes sociais. Visando levar informações objetivas e contextualizada para os microempreendedores individuais (MEI) e as micro e pequenas empresas, um site especial foi estruturado para tirar dúvidas dos pequenos empresários e esclarecer sobre fakenews relacionadas ao tema. Uma delas é que a reforma vai descaracterizar o MEI e o Simples Nacional e elevar a carga tributária dos microempreendedores.

O Sebrae defende que a simplificação de regras tributárias e a manutenção do Simples Nacional são relevantes para combater a desigualdade regional, promover o crescimento da renda familiar e ativar o consumo. As peças trazem a mensagem: “Se é bom para o pequeno negócio, o Sebrae tá junto”.

O modelo atual tributário brasileiro está estruturado em um sistema de imposto sobre imposto, com a incidência de, no mínimo, cinco tributos: PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS. O projeto em discussão sugere a simplificação, mantendo o modelo do Simples e o MEI – usuais para comerciantes que se enquadram como microempreendedores individuais ou micro e pequenas empresas.

A proposta da reforma ainda está em debate no Congresso Nacional, mas os pequenos negócios conseguiram a manutenção do Simples Nacional, o regime tributário exclusivo para micro e pequenas empresas, que respeita a regra constitucional do tratamento diferenciado e reduz os impostos e a burocracia.
Décio Lima, presidente do Sebrae.

-

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/cultura-empreendedora/entenda-como-comentarios-e-interacoes-nas-redes-sociais-favorecem-os-negocios/Tue, 22 Aug 2023 12:00:25 +0000https://www.jystxc.com/?p=16103O famoso “boca a boca” está mais forte do que nunca no universo digital. A internet potencializou o alcance dessa estratégia de marketing muito conhecida na hora de atrair a clientela. Comentários, recomendações e avaliações positivas de produtos e serviços não podem ser ignorados por quem empreende. Ao contrário, devem ser vistos como uma oportunidade para conhecer melhor as necessidades do cliente e se aproximar mais dele.

“Antigamente, quando um cliente não se agradava de um serviço ou produto, ele divulgava para cinco, seis amigos. Com as redes sociais, quem não está satisfeito facilmente alcança cinco, seis mil pessoas. O impacto tem dimensões escaláveis. Daí a necessidade de o empreendedor estar sempre atento”, afirma a especialista em Mercados e Transformação Digital do Sebrae Nacional, Janaína Camilo.

Segundo ela, as redes sociais oferecem diversas opções para estimular interações que podem contribuir para aprimorar os negócios e contam com ferramentas específicas para colher essas informações.

“É importante engajar o público e responder às mensagens e comentários. O empreendedor deve incentivar o feedback do cliente, fazendo perguntas diretas. Pelas redes sociais, pode criar caixas de perguntas, promover enquetes, pedir opiniões e responder aos comentários de maneira interativa. Essa dinâmica demonstra atenção e cuidado com o cliente e estreita o relacionamento entre ele e sua empresa, aumentando o engajamento e fortalecendo a imagem da sua marca”, acrescenta.

Fã ou hater?

A especialista do Sebrae atenta os donos de pequenos negócios que ofeedback do cliente é uma fonte de informação preciosa e deve ser convertida em melhoria no atendimento e na satisfação do cliente.

“O feedback do cliente permite conhecer a opinião do consumidor sobre a qualidade dos produtos ou serviços, o atendimento, a entrega e a experiência de compra que ele teve no seu estabelecimento. Além disso, ajuda a identificar os pontos fortes e os pontos de melhoria do seu negócio, possibilitando a tomada de decisões mais assertiva e a fidelização da clientela. Essa abordagem proativa permite que os empreendimentos se destaquem e se mantenham relevantes no mercado”, considera Janaína.

“Good vibes” nas redes

Para apoiar os donos de pequenos negócios e estimular os comentários e avaliações positivas das empresas, o Sebrae lançou a campanha “Ser Positivo Transforma”. A ideia é espalhar uma corrente do bem pelo Facebook, Instagram e Tik Tok, a partir do compartilhamento de mensagens positivas recebidas pelos empreendedores e estimular o engajamento dos seguidores do Sebrae em prol da geração de negócios, apoio ao próximo e positividade.

Com a campanha, o Sebrae quer mostrar como likes, curtidas e boas avaliações podem contribuir para o sucesso dos negócios, atraindo novos clientes, construindo confiança, impulsionando vendas e fortalecendo a economia.

“Queremos furar a bolha de negatividade que, infelizmente, se espalhou pela internet. Sabemos que as redes sociais têm um potencial incrível para gerar conexões genuínas entre as pessoas. Vamos estimular os que sonham empreender, mostrar a força do empreendedorismo e reforçar nosso apoio aos donos de pequenos negócios”, afirma gerente de Comunicação do Sebrae Nacional, Gleber Naime.

]]>
5abet - CAMPANHA – 5abet – 5abethttps://www.jystxc.com/cultura-empreendedora/campanha-de-51-anos-do-sebrae-valoriza-empresarios-presentes-na-cena-das-cidades-brasileiras/Tue, 04 Jul 2023 20:29:51 +0000https://www.jystxc.com/?p=14735A nova campanha do Sebrae tem como objetivo celebrar os 51 anos da marca, comemorados neste dia 5 de julho, e homenagear os empreendedores do Brasil que, muitas vezes, não se reconhecem como donos do próprio negócio. De forma leve, o vídeo destaca vendedores de rua, barraquinhas de praia, salão de beleza, empresários que fazem parte do cotidiano da cena dos brasileiros.

Assista à campanha completa:

-

-

“É nossa homenagem aos microempreendedores individuais (MEI) e empresários de micro e pequenas empresas que fazem parte do nosso dia a dia. São verdadeiros heróis que conquistam com garra e muita coragem a sua própria renda. É preciso que o Brasil enxergue essas pessoas como cidadãos que contribuem para a economia do país”, argumenta o presidente do Sebrae, Décio Lima.

A campanha criada pela Artplan apresenta o filme principal em três versões: 90, 60 e 30 segundos, para TV e internet. A campanha será veiculada dos diversos veículos do país, além das redes sociais, que contarão com um conteúdo para cada dia da semana. As peças trazem o empreendedor como protagonista. Nos comerciais, o narrador dialoga com donos de pequenos negócios, mostrando a cada um deles o seu perfil empreendedor. A conversa mostra os principais pontos de valorização de quem administra esse tipo de negócio no país.

]]>
5abet Mapa do site

1234