Fortune RabbitAtualização
Compartilhe

Dona de empresa de dindins gourmet utiliza ferramentas da internet para alavancar vendas

Sâmila Pinheiro, vencedora do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios em 2022, participou do Programa Empreenda Como uma Mulher, ofertado pelo Sebre e pela Coca-Cola
PorRedação
Fortune RabbitAtualização
Compartilhe

A fundadora da Dindin da Mila Gourmet, Sâmila Pinheiro, está investindo cada vez mais para fazer o seu pequeno negócio, localizado em Manaus (AM), se desenvolver. E, para isso, as capacitações têm sido uma ferramenta fundamental no processo de crescimento. Mesmo após alcançar o terceiro lugar no Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, em 2022, a empreendedora se dedicou ao Programa Empreenda Como Uma Mulher, ofertado em parceria pelo Sebrae e pela Coca-Cola e colhe os frutos do aprendizado de fortalecer a marca no ambiente digital.

Os dindins (chup chup ou sacolé, como são chamados, dependendo da região) produzidos por Sâmila são 100% artesanais. Atualmente, ela conta com 20 revendedoras na capital amazonense, além de ter a sua marca nos aplicativos de alimentação; vender para festas, eventos; fazer delivery e atender via WhatsApp. Ela conta como o curso a ajudou a alavancar as vendas. “Hoje, o digital está tomando conta do mercado. Quem não é visto, não é lembrado. Tem que estar ativo nas redes sociais se conectar com as pessoas”, contou a fundadora da empresa.

“O programa é focado em tecnologia e nas ferramentas necessárias para alavancar o negócio. Eu já tinha o perfil no Google, mas aprendi a editar e deixá-lo atualizado. Não é à toa que o Google me encontrou e pediu para fazer uma apresentação para eles neste ano. Achei que estava caindo em um golpe. Depois que pesquisei sobre o projeto é que acreditei”, comentou. “O bom do Empreenda Como Uma Mulher é que tenho acesso por um ano ao conteúdo e posso assistir quantas vezes quiser”, completa.

Além de refrescar a vida dos amazonenses com mais de 20 sabores de dindins, a dona do pequeno negócio que contabiliza quase 30 mil seguidores no Instagram agora compartilha sua experiência por meio de um curso no qual orienta outras mulheres a empreender no mesmo ramo. “O meu sonho agora é fazer os meus dindins chegarem a outras pessoas jurídicas, vender para os estabelecimentos, restaurantes, entre outros. Para isso, já dei o passo da formulação da tabela nutricional e do código de barras para a embalagem. O próximo passo é investir nos freezers”, explicou.

A relação do Sebrae com a Sâmila é antiga e vem desde 2016, quando ela fez cursos de gestão de negócios. Desde então, a empreendedora aproveita todas as chances de aprimorar seus conhecimentos. Ela já participou do Sebrae Delas, fez aceleração de negócios, cursos on-line e até hoje é acompanhada pela equipe do Sebrae-AM.

O Sebrae sempre esteve presente no crescimento do meu negócio.
Sâmila Pinheiro, dona do Dindin da Mila Gourmet.

O analista de Competitividade do Sebrae Vicente Scalia comenta que a seleção busca beneficiar mulheres de baixa renda. “Para esse público, esse acesso já é uma inovação, a oportunidade de ter conhecimento sobre a presença digital, sobre layout, sobre precificação já possibilita um salto nos produtos ofertados pelas empresas e nas vendas”, afirmou. “No caso da Sâmila, com duas aulas ela já estava implementando as melhorias na empresa e conquistou um novo patamar para o seu empreendimento”, completou.

Empreenda como uma Mulher

O programa visa capacitar mulheres com negócios formalizados, informais ou em fase de formalização, através de ferramentas teóricas e práticas de empreendedorismo e gestão. Entre os conteúdos estão estratégias de liderança e gestão, autoconhecimento e aspectos comportamentais, além de promover o amplo compartilhamento de informações práticas e necessárias para se criar um negócio ou alavancar um empreendimento já existente.

Na fase inicial, observam-se aspectos de maturidade, pontos fortes e deficiências do negócio, sua governança e impacto na sociedade. Na etapa intermediária, são ministradas trilhas de conteúdos de acordo com os diagnósticos levantados. Ao final, é realizada uma nova avaliação, buscando identificar as melhorias alcançadas a partir das ferramentas apresentadas e ações desenvolvidas pelas empreendedoras ao longo do curso.

Neste ano, o Programa “Empreenda Como Uma Mulher” vai oferecer cursos gratuitos de capacitação a 6 mil microempreendedoras em diferentes cidades. Na primeira etapa, no ano passado, mais de mil mulheres foram capacitadas. As inscrições estão abertas para Pernambuco e para Manaus (AM). Saiba mais em: https://www.xsfjm.com.

  • Coca-Cola
  • dindin
  • Prêmio Sebrae Mulher de Negócios
  • PSMN